Buscar
  • Thomas Gibello Gatti Magalhães

A ética e a moral na relação humana com a deturpação do mundo virtual

Caros,


Gostaria de falar com vocês hoje sobre um assunto mais filosófico, fugindo um pouco do juridiques, e discorrendo sobre um assunto que tem me incomodado e acho importante relembrarmos conceitos básicos de ética e moral.


Um breve esclarecimento (bem superficial pois minhas aulas de filosofia estão distantes de minha memória) a é ética é algo personalíssimo, os bons usos e costumes de um indivíduo, enquanto moral é algo mais difuso e social, sendo uma construção cultural dos bons usos e costumes de uma sociedade durante um período de tempo.


Migramos a um mundo virtual. Essa é uma nova realidade. No mundo virtual as pessoas esquecem do mundo real, e tentam mostrar uma “fantasia” que não condiz com o mundo real, e tais inversões têm impactado diretamente no relacionamento humano, causando vários dados aos conceitos de ética e moral. Talvez estejamos de fronte a uma nova visão da alegoria da caverna de Platão.


Retomando a questão, a ética e moral são relações que regem a afinidade entre os seres humanos e está diretamente correlacionada ao nosso dia a dia. e por que não com o direito. Thomas Hobbes nos lembra que o “homem é o lobo do próprio homem”, mas a manutenção de uma relação ética e moral para com qualquer relacionamento, seja no comercial, profissional, afetivo, pessoal é fundamental para criamos laços perenes entre pessoas.


Inclusive, em relacionamentos comerciais tais conceitos devem ser compreendidos e adotados pois, mesmo que em um ambiente capitalista onde a escassez de recursos nos faz tentar ter vantagem em nossas relações comerciais , tais valores devem ser observados sob a pena de eventual ser questionado o “dolo bônus” ou o “dolo malus” de uma relação comercial.


Assim, infelizmente, no decorrer de nossa caminhada, nos deparamos com indivíduos que têm essa consciência ética e moral deturpada. Não sejamos inocentes, esses indivíduos sempre existiram mas temos vistos que o mundo virtual tem ampliado a aparição desses sujeitos ou as pessoas estão esquecendo do relacionamento humano pessoal.


Quando isso nos afeta e nos causa um prejuízo, temos o contrato social e o direito e, dependendo da situação, o direito nos da a segurança à solução dos problemas, penalizando as pessoas que não sabem distinguir ou colocar em prática tais conceitos, nos termos da lei.


Concluo com a visão de que, inobstante os tombos que levamos ao encontrar indivíduos que deturpam tais conceitos em prol do mundo virtual, não vamos esquecer nossa essência humana, nossos ensinamentos e da perenidade de relacionamentos.



76 visualizações0 comentário